Magaly Prado - Notícias sobre Rádio z

Coloque o selo da Magaly no seu site!

O blog da Magaly vira sua página principal

Adicione ao seu Del.icio.us

Lançamento do meu livro foi dia 7/6 na Fnac Paulista. Saiba mais Veja as fotos

Add to Technorati Favorites

Quem é cadastrado ganha brindes. Cadastre-se agora

  Top ten do leitor-ouvinte

Dial FM de SP:
   Gazeta
   89
   Nova Brasil

 Dial completo
 Dials de outras cidades

 Curiosidades

Computando seu voto...
Carregando resultado

Total de votos:

RSS: Clique com o botão direito do mouse sobre a pílula laranja e copie o endereço RSS deste blog para seu leitor preferido

XML/RSS Feed

www.flickr.com
This is a Flickr badge showing photos in a set called Radiofotos. Make your own badge here.


OUÇA NA MEC FM - TERÇA 29

Joni e Herbie

aos nove anos ela contraiu pólio. Todos diziam que ela não ia sar daquele hospital andando para poder passar o Natal em casa... foi aí que ela começou a cantar. cantar canções de Natal... cantou tanto e tão alto que acabou não só caminhando mas correndo mundo, com sua bela voz e forma de cantar.    Roberta Joan Anderson       nasceu em 1943 no Canadá e se tornou     JONI MITCHELL      em 1965, quando casou com o cantor folk Chuck Mitchell. A sua história é repleta de aconteciomentos marcantes e um tanto radicais - afinal, eram os anos 60, plena revolução da contracultura norteamericana, guerra do Vietnam, entrada da tecnologia das FMs, e muito mais. Além da voz, da guitarra, a habilidade em compor melodias e versos inspirados, JONI é uma bela mulher, uma figura bonita nos palcos anárquicos como aquele do Festival de Woodstock. Esse tempo passou e não volta mais. Aos que insistemm romantizar os anos 60 Joni aconselha: "... ei, não se prenda ao nosso movimento... não faça pose de hippie... olhe para nós: admita para você mesmo que nós apenas levamos tudo muito longe... construa à partir de onde paramos".

Parece ter sido essa a disposição do não menos importante músico e jazzman    HERBIE HANCOCK      ao gravar todo um álbum dedicado as canções de Joni, ganhador do grammy em 2007:   THE JONI LETTERS     . Tempos antes Herbie fora chamado por Joni para gravar o álbum dela sobre    CHARLES MINGUS       (aliás um de meus CDs prediletos, com Joni cantando, Charlie falando e Jaco Pastorius tocando, além de Herbie e outros, é a magnífica despedida de Mingus, ladeado por seus ilustres fãs-amigos)  foi ali que Herbie descobriu a artista Joni, para além dos rótulos "folk-pop". Ele disse: "...antes eu não ligava para as palavras, para os versos das canções, mas ao descobrir a poesia de Joni, e ao fazer este álbum, realmente comecei a prestar atenção nelas...acho que abri um novo canal criativo". Nós também achamos, Herbie, e vamos poder escutar este canal, sintonizando este outro canal, o radiofônico, no programa RÁDIO ESCUTA!  da terça-feira dia 29 de abril, a meia noite, na MEC-FM 98.9 mhz ou www.radiomec.com.br 

E tem mais, o próprio Herbie Hancock vai estar no Brasil (Rio e São Paulo) neste mês de maio lançando este CD!! então o Rádio Escuta! adianta esta audição para quem ainda não conhece, além de outras gravações das canções de Joni por artistas como Caetano Veloso e a própria Joni cantando sua genial parceria com Charles Mingus.(por Lilian Zaremba)



Escrito por Magaly Prado às 00h27
[ ] [ envie esta mensagem ]


ÁUDIO PAPO,DA USP FM, RECEBE MARCOS PALMEIRA E JOTABÊ MEDEIROS

O ator Marcos Palmeira é o convidado do programa Áudio Papo desta sexta-feira (dia 25) a partir das 20h30 na USP FM 93,7 de São Paulo e USP FM 107,9 de Ribeirão Preto. Em cartaz com a peça "Virgolino e Maria - Auto de Angicos", ele detalha seus trabalhos mais recentes. "Uma loucura", conta. "Estou fazendo muita coisa."

Ativista engajado -"mas não panfletário", ressalta-, ele confidenciou ao apresentador Fabio Rubira a vontade de mergulhar de cabeça em projetos ambientais. "Gostaria de poder tirar 1 ano da minha vida, ou melhor, tirar não, colocar 1 ano na minha vida só pra ficar ligado à agroecologia, ao trabalho com o pequeno produtor, de agricultura familiar."

Em entrevista gravada no Teatro Tucarena, onde divide o palco com Adriana Esteves, Marcos Palmeira mostrou estar antenado com  fatos atuais. "A gente ouve falar da indústria da miséria há muitos anos. E ela continua. É isso que me deixa indignado", revelou, antes de pedir para tocar Get Up, Stand Up, de Bob Marley, com letra de clara inspiração política. "O Brasil não é feito de Lampiões. Porque se fosse, já tinha mudado."

Ressaltando o caráter cultural desta edição de Áudio Papo, Gabriella Pace fala sobre suas participações no 12º Festival Amazonas de Ópera. A soprano interpretou Maria Antonieta no espetáculo Ça Ira, produzido por Roger Waters, o baixista do Pink Floyd. "Ele foi maravilhoso, simpaticíssimo, uma pessoa simples, fácil de se tratar, de conversar", conta Gabriella. "Foi uma experiência muito legal."

Garantindo o bom humor, Laert Sarrumor e Alcione Sanna, da Rádio Matraca, apresentam suas esquetes engraçadíssimas.

No quadro Papo de Coleguinhas, o jornalista Jotabê Medeiros, do jornal O Estado de S.Paulo, aborda suas pautas e o trabalho na área cultural.

Jotabê Medeiros - Foto de Marcos Mendes / AE

Sobre o programaÁudio Papo é transmitido às sextas-feiras, a partir das 20h30, pela Rede USP de Rádio. Com uma proposta descontraída, além da entrevista principal da semana, o programa apresenta reportagens sobre turismo, gastronomia, lazer e aventuras variadas. Um bate-papo de conteúdo, recheado com clássicas do rock e músicas pedidas pelos convidados.

Já passaram pelo programa o comediante Márvio Lúcio (Carioca), o cineasta José Mojica Marins, a modelo Fernanda Motta, a blogueira Lúcia Carvalho (frankamente.blogspot.com) e o vendedor da revista Ocas Euro Oscar. O arquivo pode ser conferido a partir do www.radio.usp.br. (por Fábio Rubira)



Escrito por Magaly Prado às 10h55
[ ] [ envie esta mensagem ]


Prêmio Escola Voluntária, da Rádio Bandeirantes, chega a sua oitava edição

Ministro da Educação prestigia o lançamento do Prêmio 

 

O Prêmio Escola Voluntária chega com sucesso a sua oitava edição, que será lançada oficialmente na próxima quarta-feira, dia 23 de abril, às 8h30, no MAM - Museu de Arte Moderna de São Paulo. A cerimônia contará com a presença do Ministro da Educação, Fernando Haddad e da Secretária de Educação do estado de São Paulo, Maria Helena Castro, e será transmitido ao vivo pelas rádios Bandeirantes (AM 840 / FM 90,9) e BandNews FM (96,9) em rede. No evento, será mostrado como o prêmio tem um papel transformador na vida dos estudantes que participaram das edições anteriores. O padrinho desta edição é o apresentador da Band Guilherme Arruda.

 

O Prêmio Escola Voluntária é uma iniciativa da Rádio Bandeirantes, com o apoio da Fundação Itaú Social, e tem por objetivo divulgar e reconhecer instituições de ensino responsáveis por projetos sociais que incentivem o trabalho voluntário entre os seus alunos. Qualquer escola, pública ou particular, pode se inscrever desde que o projeto indicado tenha sido iniciado pela escola desde o começo do ano letivo de 2008 e que dele participem alunos regularmente matriculados na 8ª série (9º ano do Ensino Fundamental de 9 anos) ou em qualquer série do Ensino Médio.

 

As inscrições já estão abertas, vão até o dia 30 de junho e podem ser feitas via internet nos sites www.radiobandeirantes.com.br e www.fundacaoitausocial.org.br ou então pelo correio. Nesse caso, a escola deverá enviar a ficha de inscrição devidamente preenchida para a Rua Radiantes, 13, Morumbi, São Paulo, SP, CEP 05699-900. As fichas de inscrição podem ser encontradas na sede da Rádio Bandeirantes (Rua Radiantes, 13, Morumbi), nas agências do Banco Itaú S/A dos estados participantes e nos sites da Rádio Bandeirantes e da Fundação Itaú Social.

 

Uma história de sucesso

 

Desde sua criação em 2001, Ano Internacional do Voluntariado, o número de projetos inscritos têm crescido a cada ano. Em suas quatro primeiras edições, o Prêmio Escola Voluntária abrangia apenas os projetos de escolas do estado de São Paulo. Na quinta edição, em 2005, as escolas do Rio de Janeiro passaram a participar do Prêmio. No ano seguinte, os estados do Paraná, Minas Gerais e Rio Grande do Sul foram incluídos, chegando a um total de 457 escolas inscritas. Em 2007, os alunos do Distrito Federal também puderam participar. Na sua oitava edição, o Escola Voluntária é destinado aos alunos dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e do Distrito Federal. Em sete anos de sucesso, 1917 escolas inscreveram seus projetos no Prêmio Escola Voluntária. (da assessoria de imprensa do Grupo Bandeirantes)

 

Histórico do Prêmio

2001
Abragência: estado de São Paulo
Escolas Inscritas: 80
Vencedora: E.E. Hilmar Machado de Oliveira / Garça
Projeto: “Jovem, faça alguém feliz!”


2002
Abrangência: estado de São Paulo
Escolas Inscritas: 118
Vencedora: Colégio Mater Amabilis / Guarulhos
Projeto: ” S.O.S Mater”


2003
Abrangência: estado de São Paulo
Escolas Inscritas: 213
Vencedora:  E.E. Professor Ascendino Reis / São Paulo
Projeto: “Gotas Voluntárias”


2004
Abrangência: estado de São Paulo
Escolas Inscritas: 225
Vencedora: E.E. de Parapuã / Parapuã
Projeto: “Hospital de Brinquedos”


2005
Abrangência: estados de São Paulo e Rio de Janeiro
Escolas Inscritas: 308
Vencedora: E.T.E. Dr.Júlio Cardoso / Franca
Projeto: “Coração Solidário”


2006
Abrangência: estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.
Escolas Inscritas: 457
Vencedora: Escola Municipal Hélio Pelegrino / Belo Horizonte - MG
Projeto: “Construindo a Cidadania na Escola”

 

2007

Abrangência: estados de São Paulo, Rio de Janeiro,
Paraná, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Brasília.
Escolas Inscritas: 516
Vencedora: E.M.E.F. São Paulo / Entre-Ijuis - RS
Projeto: “De um passado sujo, para um futuro limpo”

 

Mais informações estão disponíveis nos sites www.radiobandeirantes.com.br e www.fundacaoitausocial.org.br. Em caso de dúvidas, as escolas podem ligar para o telefone 0800-7701155 ou enviar um e-mail para escolavoluntaria@band.com.br.



Escrito por Magaly Prado às 19h15
[ ] [ envie esta mensagem ]

© 2004. Todos os direitos reservados. Expressamente proibido a publicação e/ou utilização deste conteúdo sem autorização.
Meu humor:

  Escutando todas!

Magaly Prado é jornalista, radiomaker, professora universitária e escritora. Doutoranda em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP e bolsista da CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior. É Mestre em Tecnologias da Inteligência e Design Digital pela PUC-SP, pós-graduada em Comunicação Jornalística pela Faculdade Cásper Líbero, onde cursou Jornalismo e na qual ministra aulas de Produção de Rádio e Radiojornalismo II e pesquisa Publicidade no Rádio, no CIP –Centro Interdisciplinar de Pesquisa. Ministra também aulas de Linguagem Aplicada ao Audiovisual, Jornalismo On-line e Livro-Reportagem na FMU –Faculdades Metropolitanas Unidas– e Introdução ao Jornalismo na ESPM –Escola Superior de Propaganda e Marketing. É professora convidada do MBA de Rádio e TV da Universidade de Tuiuti do Paraná (UTP), no qual ministra Roteiro Avançado de Rádio. Publicou os livros "Produção de Rádio - Um Manual Prático" pela editora Campus/Elsevier, em 2006, e “Webjornalismo” pela LTC/ GEN, em 2010, quando criou uma página com informações aumentadas em .
 Leia mais
 Cursos de Rádio
 Palestras sobre Rádio

 Fale Conosco
 Responda quatro perguntas sobre rádio na web, por favor

 Eventos do mês

  Ouça entrevista com a Magaly

Histórico:
Ver mensagens anteriores

 Sugestão de leitura

LINKS
 Radio Uol
 Site da minha filhota
 Ondas Curtas
 Helio Ribeiro
 Uolk


Pesquisas interessantes:
  O que a classe "A" ouve?

Matérias polêmicas:
  89FM vira 89 Pop
  Vem aí a rádio MTV FM
  Record compra Guaíba AM/FM

  SulAmérica Trânsito FM

Entrevistas especiais:
  Paulo Bonfá
  João Gordo detona 89

  Paulo Lopes
  Fiori Giglioti





Por problemas técnicos, este contador zerou e recomeçou a contar a partir de novembro


powered by ODEO