Magaly Prado - Notícias sobre Rádio z

Coloque o selo da Magaly no seu site!

O blog da Magaly vira sua página principal

Adicione ao seu Del.icio.us

Lançamento do meu livro foi dia 7/6 na Fnac Paulista. Saiba mais Veja as fotos

Add to Technorati Favorites

Quem é cadastrado ganha brindes. Cadastre-se agora

  Top ten do leitor-ouvinte

Dial FM de SP:
   Gazeta
   89
   Nova Brasil

 Dial completo
 Dials de outras cidades

 Curiosidades

Computando seu voto...
Carregando resultado

Total de votos:

RSS: Clique com o botão direito do mouse sobre a pílula laranja e copie o endereço RSS deste blog para seu leitor preferido

XML/RSS Feed

www.flickr.com
This is a Flickr badge showing photos in a set called Radiofotos. Make your own badge here.


IMPERDÍVEL!



Escrito por Magaly Prado às 23h45
[ ] [ envie esta mensagem ]


Taxa sobre direitos autorais ameaça rádios online nos EUA

Do UOL Tecnologia - Uma decisão do Copyright Royalty Board nos EUA, que foi tomada em 1º de março e divulgada na última segunda-feira, pode colocar em risco as rádios transmitidas pela Internet a partir dos EUA.

Isso porque a decisão ratifica um aumento progressivo na taxa que deve ser paga a cada execução de uma música por uma rádio Web. O aumento progressivo deveria valer a partir de 2006 e teria taxas especificadas até 2010, mas a entrada de recursos feita por estações de rádio pela Internet e pela CPB (sigla em inglês para Corporação pela Transmissão Pública) adiou a entrada do aumento em vigor.

A decisão tomada pelo CRB tem efeito apenas nos EUA e não afeta as rádios brasileiras transmitidas pela Web, que ainda não têm legislação definida para o pagamento de direitos autorais sobre execução de músicas pela Internet
(saiba mais sobre o assunto).

Nos EUA, a alteração na cobrança das taxas terá efeito a partir de 15 de maio deste ano e será retroativa a janeiro de 2006. Com ela, tanto rádios com fins comerciais como não-comerciais terão de pagar uma taxa de US$ 0,0008 para cada música tocada em 2006, US$ 0,0011 em 2007, US$ 0,0014 em 2008, US$ 0,0018 em 2009 e, finalmente, U$ 0,0019 em 2010.

Atualmente, um número entre 50 e 70 milhões norte-americanos escutam rádios pela Web por mês, segundo a empresa de medição de audiência Arbitron and Bridge Ratings and Research. As estimativas da mesma empresa prevêem que o mercado dobrará seu tamanho em 2010 e chegará próximo dos 200 milhões de ouvintes só nos EUA em 2020.

Taxas irracionalmente altas
O decreto do Copyright Royalty Board repercutiu pelo setor. Rádios Web e organizações que defendem a transmissão livre protestaram e pediram a participação dos ouvintes para evitar que as rádios pela Internet se tornem inviáveis comercialmente.

Em um comunicado distribuído por e-mail para os usuários do serviço de música, Tim Westergren, fundador do site Pandora, disse que se a decisão não for alterada, "essas novas taxas irão matar todas as rádios pela Internet".

"As taxas são irracionalmente altas", afirma Westergren. "Mais de quatro vezes maiores do que as rádios por satélite pagam, e as rádios convencionais não pagam absolutamente nada."

O mesmo tipo de reação teve Maura Corbett, porta-voz da SaveNetRadio, uma coalizão de artistas, selos, ouvintes e rádios pela Internet que são contra a decisão do Copyright Royalty Board. "É simplesmente devastador. Ninguém aqui está dizendo que os artistas não devem ser pagos. Eles devem. Mas o jogo não é justo (com as emissoras Web), já que as rádios com transmissão terrestre não pagam essas taxas."

Andi Sporkin, porta-voz da CPB, disse ao site
internetnews.com que o próximo passo para aqueles que transmitem música pela Web é recorrer à Corte de Apelações dos EUA. "Nós dissemos que iríamos dar continuidade ao caso nas instâncias superiores, e estamos falando com componentes do Congresso sobre isso."

Artistas e empresas comemoram decisão
Como era de se esperar, as organizações que defendem a propriedade intelectual dos artistas comemoraram a manutenção do aumento das taxas a serem pagas por rádios Web.

"Nós nos sentimos gratos pela manutenção da decisão do Royalty Board", disse em um comunicado Michael Huppe, conselheiro-geral da SoundExchange, empresa que arrecada as taxas de direito autoral para os artistas nos EUA. "Com o fim dos recursos, é hora de voltar a pensar nos negócios. É do interesse de todos os envolvidos garantir um mercado vibrante e próspero para as rádios pela Internet."

No mesmo comunicado, a Federação Americana de Artistas de Rádio e Televisão (cuja sigla em inglês é AFTRA) também aplaudiu o aumento das taxas.

"A rádio pela Internet está crescendo e é um sucesso porque os fãs querem ouvir música criada por artistas", disse Kim Roberts, diretor-executivo nacional da AFTRA. "A decisão do Royalty board reconhece que, com o segmento em crescimento, os artistas, tendo suas músicas executadas, devem ser compensados com taxas justas, por contribuírem com o crescimento destas empresas (de rádio pela Internet)." (por Daniel Pinheiro)



Escrito por Magaly Prado às 11h09
[ ] [ envie esta mensagem ]


MIX FM É A RÁDIO OFICIAL DO SKOL BEATS

Antônia 
Antônia se apresenta no dia 4 à 0h, na tenda Terra Urban Beats 

 

O Skol Beats, maior evento de música eletrônica da América Latina, chega à sua oitava edição e mais uma vez a Mix FM é a rádio oficial da festa.

 

Na programação da emissora já estão no ar os Boletins Skol Beats 2007 com  as informações sobre o festival e as atrações escaladas para o evento. Além disso, a Mix sorteia pares de convites para o Skol Beats durante sua programação - os ouvintes devem ligar no (11) 3253-4000 para concorrer -  e diariamente as Blitz Mix Especiais Skol Beats vão às ruas de São Paulo para distribuir ingressos aos ouvintes que tenham o adesivo da rádio em seus carros. Equipes de promoção estarão presentes no Skol Beats, nos dois dias de evento. 

 

Nesta edição o Skol Beats será realizado em dois dias – 4 e 5 de maio – e em novo local, batizado de Espaço Skol Beats, localizado ao lado do Campo de Marte, na Rua Olavo Fontoura, 1209, na zona norte de São Paulo. Outra novidade é que pela primeira vez o Skol Beats terá um espaço exclusivo para gêneros da música eletrônica com influência da black music: Tenda Terra Urban Beats. Ao todo o Skol Beats contará cm 60 atraçoes entre Djs e grupos nacionais e internacionais. Serão 30 horas de programação musical em espaços abertos e fechados.

 

Os ingressos já estão à venda e variam de R$ 60 a R$ 200. Informações sobre pontos de venda e ingressos podem ser obtidas no site www.ingressofacil.com.br ou através do telefone (11) 2162-7250. Todos os detalhes sobre o Skol Beats estão no www.skolbeats.com.br. (por Landa Giarato)



Escrito por Magaly Prado às 09h26
[ ] [ envie esta mensagem ]


EUGÊNIO BUCCI DEIXA A PRESIDÊNCIA DA RADIOBRÁS

Do Portal Imprensa - Depois de um período de indecisão, o jornalista Eugênio Bucci deixa a Presidência da Radiobrás. Em seu lugar, fica José Roberto Garcez, atual diretor de jornalismo da Agência Brasil. A transmissão de cargo acontece na próxima sexta-feira (20/04).

Bucci - que teve uma gestão considerada de sucesso na Radiobrás - está em situação demissionária desde a reeleição de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em outubro do ano passado, e já declarou, em diversas oportunidades, que considera sua missão à frente da Radiobrás cumprida.

À época, ele afirmou que colocara seu cargo à disposição de Lula e do secretário-geral da presidência, Luiz Dulci. Recentemente, conversas de bastidores indicavam que ele deveria deixar o Governo após a reforma ministerial.

Após a posse de Franklin Martins, na Secretaria de Imprensa, a saída de Bucci deixou de ser uma certeza, visto que Martins teceu elogios ao seu trabalho e fez um convite formal para que ele permanecesse no cargo. 

TV Cultura

Nas últimas semanas, chegou-se a especular que o destino de Bucci, por seu perfil ligado ao jornalismo apartidarizado e público, poderia ser a Fundação Padre Anchieta, que gere a TV Cultura de São Paulo; recentemente, ele foi eleito para o Conselho Gestor da entidade. Ainda assim, o jornalista garantiu ao Portal IMPRENSA não ter planos definidos. 

Novo presidente

José Roberto Garcez, atual diretor de jornalismo da Agência Brasil, assume a Radiobrás nesta sexta-feira. O jornalista foi presidente da Fundação Cultural Piratini e ex-secretário de Comunicação da Prefeitura de Porto Alegre.



Escrito por Magaly Prado às 15h43
[ ] [ envie esta mensagem ]


Transamérica São Paulo faz parceria com GRAACC

No próximo dia 29/4, o Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer (GRAACC) promove em São Paulo a ‘7ª Corrida e Caminhada do GRAACC’, que tem o objetivo de atrair a atenção da sociedade para o problema do câncer infantil. O evento deste ano está sendo organizado pela Corpore, o maior clube de corredores da América Latina.

Pelo terceiro ano consecutivo a Transamérica São Paulo será a rádio oficial do evento e já faz uma grande campanha de divulgação em sua programação.

Além da campanha, a emissora vai formar uma equipe com integrantes da rádio e ouvintes. Para entrar na equipe é necessário se cadastrar no
www.transanet.com.br até o dia 24/4 e responder à seguinte pergunta: ‘por que você quer participar da 7ª Corrida com a nossa equipe?’. Os autores das 10 respostas mais criativas vão participar do evento junto com os integrantes da Transamérica.

A largada da ‘7a Corrida e Caminhada do GRAACC’ acontece às 8h na Assembléia Legislativa, em frente ao Parque do Ibirapuera, e os participantes poderão optar entre duas distâncias: 10 km de corrida ou 4 km de corrida ou caminhada. A estimativa da organização é que o evento atraia mais de 5 mil participantes.

A sétima edição da corrida e caminhada conta com o patrocínio da Novartis Oncologia e Comexport; co-patrocínio de Elevadores Atlas Schindler, Central Nacional Unimed e Frigorífico Marba. A Rádio Transamérica apóia o evento ao lado da Fórmula Academia e do Banco Santander. (por Renato Coelho)


Transamérica na 7ª Corrida e Caminhada do GRAACC.
Dia 29/4. Percurso: 4 km de corrida ou caminhada e 10 km de corrida. Largada às 8h, na Assembléia Legislativa (em frente ao Parque do Ibirapuera). Mais informações:
www.transanet.com.br / www.graacc.org.br / www.corpore.org.br


Escrito por Magaly Prado às 09h50
[ ] [ envie esta mensagem ]


VOCALIZAÇÃO DE TEXTOS

Agência FAPESP - Um novo programa de computador que dá voz de alta qualidade a palavras escritas em português encontra-se em um estágio final de desenvolvimento. A tecnologia está sendo desenvolvida pela Vocalize, empresa residente na Incubadora de Empresas de Base Tecnológica da Universidade Estadual de Campinas (Incamp), e a previsão é que o primeiro protótipo do software esteja pronto até julho deste ano.

“A tecnologia para conversão de texto em fala vem sendo desenvolvida há décadas, mas somente nos últimos anos é que ela passou a ser capaz de produzir fala com alta naturalidade”, disse o engenheiro eletricista responsável pelo projeto, Edmilson da Silva Morais, à Agência FAPESP. Segundo ele, já existem conversores comerciais de texto em fala nos Estados Unidos e na Europa, mas apenas em versões da língua de origem desses países.

“Esse tipo de tecnologia, que é altamente dependente de características específicas da língua que se deseja sintetizar, tem evoluído significativamente em todo o mundo e o mercado brasileiro está começando a se interessar pelo assunto”, explica o doutor em engenharia de telecomunicações.

A tecnologia empregada pela Vocalize em seu conversor de texto em fala utiliza um banco de frases escritas e faladas, devidamente segmentadas em pequenas unidades de som que podem ser, por exemplo, um fonema ou uma sílaba. A partir dessas unidades de som, o programa sintetiza a voz humana e automaticamente transforma palavras escritas em faladas, dando ritmo e entonação semelhantes aos da voz humana.

Por meio de modelos matemáticos estatísticos, o programa é treinado para fazer uma análise sintática das sentenças e das vozes que podem ser utilizadas em cada situação. Entre as aplicações práticas da tecnologia estão sistemas para vocalização de e-mail em telefones celulares e a vocalização de notícias curtas de jornais e revistas por meio da internet.

“Além de aplicações que auxiliam na mobilidade empresarial, os deficientes visuais também serão grandes beneficiários da tecnologia”, explica o pesquisador. “O lançamento comercial do software está previsto para meados de 2009”, disse Morais.

Com apoio do Programa Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas (Pipe), da FAPESP, o trabalho foi desenvolvido em parceria com lingüistas, engenheiros e cientistas da computação de instituições como a Faculdade de Engenharia Elétrica e Computação (Feec) e o Instituto de Estudos da Linguagem (IEL), ambos da Unicamp, e o Núcleo Interinstitucional de Lingüística Computacional (Nilc), da Universidade de São Paulo (USP), em São Carlos.


Escrito por Magaly Prado às 15h41
[ ] [ envie esta mensagem ]


DE CONCERTOS DODECAFÔNICOS A PERFORMANCES SOMBRIAS DE PÓS-ROCK

Deu no Caderno Mais!, da Folha

Web
www.surinternet.org
Arquivo da radiodifusão realizada por 24 horas durante quatro dias pela web há um ano em Paris de uma centena de peças sonoras-de concertos dodecafônicos a performances de bandas sombrias de pós-rock. Organizado por três artistas suíços, o programa também contou com recitais e experimentalismos de todo tipo.



Escrito por Magaly Prado às 10h43
[ ] [ envie esta mensagem ]

© 2004. Todos os direitos reservados. Expressamente proibido a publicação e/ou utilização deste conteúdo sem autorização.
Meu humor:

  Escutando todas!

Magaly Prado é jornalista, radiomaker, professora universitária e escritora. Doutoranda em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP e bolsista da CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior. É Mestre em Tecnologias da Inteligência e Design Digital pela PUC-SP, pós-graduada em Comunicação Jornalística pela Faculdade Cásper Líbero, onde cursou Jornalismo e na qual ministra aulas de Produção de Rádio e Radiojornalismo II e pesquisa Publicidade no Rádio, no CIP –Centro Interdisciplinar de Pesquisa. Ministra também aulas de Linguagem Aplicada ao Audiovisual, Jornalismo On-line e Livro-Reportagem na FMU –Faculdades Metropolitanas Unidas– e Introdução ao Jornalismo na ESPM –Escola Superior de Propaganda e Marketing. É professora convidada do MBA de Rádio e TV da Universidade de Tuiuti do Paraná (UTP), no qual ministra Roteiro Avançado de Rádio. Publicou os livros "Produção de Rádio - Um Manual Prático" pela editora Campus/Elsevier, em 2006, e “Webjornalismo” pela LTC/ GEN, em 2010, quando criou uma página com informações aumentadas em .
 Leia mais
 Cursos de Rádio
 Palestras sobre Rádio

 Fale Conosco
 Responda quatro perguntas sobre rádio na web, por favor

 Eventos do mês

  Ouça entrevista com a Magaly

Histórico:
Ver mensagens anteriores

 Sugestão de leitura

LINKS
 Radio Uol
 Site da minha filhota
 Ondas Curtas
 Helio Ribeiro
 Uolk


Pesquisas interessantes:
  O que a classe "A" ouve?

Matérias polêmicas:
  89FM vira 89 Pop
  Vem aí a rádio MTV FM
  Record compra Guaíba AM/FM

  SulAmérica Trânsito FM

Entrevistas especiais:
  Paulo Bonfá
  João Gordo detona 89

  Paulo Lopes
  Fiori Giglioti





Por problemas técnicos, este contador zerou e recomeçou a contar a partir de novembro


powered by ODEO