Magaly Prado - Notícias sobre Rádio z

Coloque o selo da Magaly no seu site!

O blog da Magaly vira sua página principal

Adicione ao seu Del.icio.us

Lançamento do meu livro foi dia 7/6 na Fnac Paulista. Saiba mais Veja as fotos

Add to Technorati Favorites

Quem é cadastrado ganha brindes. Cadastre-se agora

  Top ten do leitor-ouvinte

Dial FM de SP:
   Gazeta
   89
   Nova Brasil

 Dial completo
 Dials de outras cidades

 Curiosidades

Computando seu voto...
Carregando resultado

Total de votos:

RSS: Clique com o botão direito do mouse sobre a pílula laranja e copie o endereço RSS deste blog para seu leitor preferido

XML/RSS Feed

www.flickr.com
This is a Flickr badge showing photos in a set called Radiofotos. Make your own badge here.


OUÇA O PODCAST DE ROBERTO D'UGO

PODCAST Memory Song

 
jogos cênicos e vocais de meredith monk

compositora, cantora, bailarina, film-maker etc.

paisagens sonoras da infância em recriação lírica. meredith monk põe a funcionar o delicado carrossel da memória: árvores, pássaros, (um pequeno cão), futebol, (uma velha canção), futebol, futebol. eu esqueci, você se lembra?, se lembra? cadeira de balanço, roca, (uma velha canção). um pássaro na árvore. árvores, pássaros. eu me esqueci, esqueci, esqueci.

ouça este podcast com música de Meredith Monk:

"O comportamento de jogo tem alvo próprio. Como uma das molas propulsoras da atividade do ser-humano, o exercício lúdico faz parte da procura pelo novo. A criança e o membro de uma sociedade primitva sentem-se atraídos pelo caráter mágico do jogo. Essa curiosidade, ligada à mimesis, à imitação, leva por um lado, para a descoberta de áreas deconhecidas ou ao brinquedo". (Ivan Bystrina - maio de 1995, PUC/SP).

MEMORY SONG [ CANÇÃO DA MEMÓRIA ] - Meredith Monk (1987). VOZES: Andrea Goodman, Naaz Hosseini, Meredith Monk. TECLADOS: Wayne Hankin, Nurit Tilles (integrante do Steve Reich & Musicians). VIOLINO: Naaz Hosseini.



Escrito por Magaly Prado às 13h33
[ ] [ envie esta mensagem ]


OUÇA A CANÇÃO AMERICANA, NA CULTURA FM, DE SÃO PAULO

É agora, às 11h30, o programa comandado pelo jornalista Vicente Adorno. Imperdível. Vai lá. Clique aqui



Billie Holiday

 

Canções de Luiz Bonfá: Manhã de carnaval ou A day in the life of a fool, c/Frank Sinatra; e The gentle rain, c/Tony Bennett. E de Friedrich Holländer: Falling in love again e The boys in the back room, c/Marlene Dietrich. Gravações feitas por Billie Holiday há 70 anos: Easy to love e The way you look tonight. Love me tender, c/Elvis Presley; e Creole love call, c/Adelaide Hall e a orquestra de Duke Ellington.


Marlene Dietrich


Roteiro, seleção musical e apresentação: Vicente Adorno.
Produção: Luciana Monzillo.

Trabalhos técnicos: Sérgio Ribeiro.

Escrito por Magaly Prado às 10h09
[ ] [ envie esta mensagem ]


Fred Martins vence concurso promovido pela rádio Eldorado

 

 

O carioca Fred Martins foi o grande vencedor do 9º Prêmio Visa de Música Brasileira – Edição Compositores, cuja final aconteceu ontem no Tom Brasil, em São Paulo.

 

Além de ter sido escolhido pelos sete jurados do prêmio, o compositor foi aclamado pela platéia do Tom Brasil através do voto popular. Assim, além de R$ 110 mil e a gravação de um CD pela Gravadora Eldorado, Fred também faturou uma viagem de cinco dias para Bonito - MS, com acompanhante.

 

O paulista Danilo Moraes foi o segundo colocado e faturou o prêmio de R$ 50 mil. Na terceira posição ficou o mineiro Kristoff Silva, premiado com R$ 30 mil. André Abujamra e a dupla João Donato e Lysias Ênio, que também participaram da grande final vão receber R$ 5 mil.

 

O cantor Nando Reis e a locutora da Rádio Eldorado Rose de Oliveira foram os mestres de cerimônia da noite. Nando se apresentou com a sua banda Os Infernais. Eles tocaram grandes sucessos como “O Segundo Sol”, “Cegos do Castelo”,  “Relicário” e “Do Seu Lado”.

 

A organização do Prêmio acumula neste ano, os principais recordes da história do concurso. Foram ao todo 3.255 inscrições validadas, 13.020 músicas enviadas e mais de 6,8 mil pré-inscrições no site oficial. Se comparado com a última edição desta categoria, realizada em 2003, o aumento foi de 13%. Uma das ferramentas que propiciou este sucesso foi a inscrição via Internet, que permitiu o envio de composições em formato MP3. A ferramenta foi responsável por cerca de 53% das adesões válidas.

Saiba mais sobre o vencedor:

O cantor e compositor Fred Martins é um nome singular na música popular brasileira. Depois de uma longa trajetória de formação, que conta com 10 anos transcrevendo partituras para os Song Books produzidos por Almir Chediak (como os de Tom Jobim, Chico Buarque, Gilberto Gil e Caetano Veloso, entre outros), Fred Martins é reconhecido através de suas composições.

Ao longo de sua carreira, grandes intérpretes da música brasileira gravaram suas composições, como: Maria Rita (Sem aviso), Ney Matogrosso (Novamente e Tempo Afora) e Zélia Duncan (Flores e Hóspede do Tempo), entre outros. Em 2001, Fred lançou seu primeiro CD Janelas. Em maio de 2005 Fred participou do Projeto Pixinguinha. Seu novo CD, Raro e Comum, que conta com as participações especiais de Ney Matogrosso na faixa título e de Zélia Duncan na canção A música em mim, foi lançado pelo selo MP, B em outubro de 2005. (por alice ferraz comunicação & mkt)



Escrito por Magaly Prado às 10h38
[ ] [ envie esta mensagem ]


JULINHO DÁ ENTREVISTA PARA A MIXBRASIL

Hoje, às 16h, o músico Júlio César participa do programa “GRIND”, na rádio MIX BRASIL, tocando músicas da banda Gueto, referências musicais e falando do trabalho mais recente com a banda TABOO. É só acessar aqui  com reprises nos dias 23, às 21h e 24, à 0h.

Grind: s
egunda às 21h, terça à 0h e sexta às 16h
Pomba e Rodrigo Araújo entrevistam convidados da cena underground e tocam as preferidas da noite mais consagrada d'A Lôca.



Escrito por Magaly Prado às 10h37
[ ] [ envie esta mensagem ]


Morre Enéas Machado de Assis, criador do 'Código Brasileiro de Radiodifusão'



Morreu ontem às 20h, dr Enéas Machado de Assis, aos 93 anos. Seu corpo foi velado no Hospital da Beneficiência Portuguesa e enterrado no Cemitério da Consolação, em São Paulo.
O dr. Enéas foi o primeiro professor de radialismo em uma faculdade brasileira. Implantou a área de estudos de rádio  na Faculdade Cásper Líbero, na década de 40.
 

Tive a honra de conhecer o dr. Éneas, quando trabalhei na rádio Capital, em 2002/2003. Ele era o Diretor de Comunicação da emissora e sempre conversávamos sobre os testes com os transmissores digitais, que àquela época a Capital já se preocupava. Era muito bom encontrá-lo por lá. Ele, apesar da idade avançada, era um exemplo de que não se deve parar de trabalhar enquanto isso é possível. Diariamente, ele chegava na Capital, sempre às 8h e só saia no final da tarde. Me deu um de seus livros: "O Universo das Comunicações Humanas - Comunicações Primitivas, Imprensa, Radiodifusão, a Conquista do Espaço" (Editora Mageart, 310 pgs). Recomendo.  Abaixo reportagem do site da AESP_Associação das Emissoras do Estado de São Paulo.

Morre fundador da AESP, Dr. Enéas Machado de Assis


Aos 93 anos morre Dr. Enéas Machado de Assis.

Seus familiares vieram do Vale do Paraíba, ou melhor, Pindamonhangaba. Eram fazendeiros. O pai do Dr. Enéas, Artur E. de Assis, era formado em odontologia e a mãe foi professora do Colégio São José de Pindamonhangaba. A família do Dr. Enéas era amante da música. Todos tocavam algum instrumento e Dr. Enéas, com apenas 8 anos, construiu, sozinho, um pequeno violino. Também era apenas um adolescente, quando se ligou a um grupo de seresteiros. Embora contra a vontade da mãe, Dr. Enéas adorava sair pela cidade de São Paulo fazendo serestas.

Estudou no Colégio Rio Branco e depois na Faculdade de Direito do Largo São Francisco, onde organizou um conjunto musicado, do qual era o diretor artístico.

Trabalhou na Rádio Cultura, que pertencia à família Fontoura. Daí foi para a Bandeirantes, sempre atuando na direção artística. Contudo, quando terminou seu curso de Direito, Dr. Enéas se dedicou a criar o Código de Rádiodifusão. E nesse trabalho passou por anos a fio, sempre representando o rádio e mais tarde a televisão do Brasil. Vários congressos foram realizados pelo mundo para conscientizar a importância da comunicação. Foi nessa época fundada a Associação das Emissoras de São Paulo. Dezoito anos trabalhando só nessa fase: o início da AESP

Dr. Enéas foi então eleito Deputado Federal e trabalhou por um estatuto legal e pela normatilização do Código das Telecomunicações.

Homem de reconhecida atividade da qual desfrutamos até os seus últimos dias, organizou o I Congresso de Radiodifusão, realizado no Rio de Janeiro em 1946. Por solicitação da direção da Faculdade Casper Libero, em 1947, apresentou o projeto relativo à adoção da cadeira de radio, ocupando a mesma até 1963.

Chefiou a Delegação Brasileira à III Reunião do Plano de Radiodifusão para a América Latina, realizado em Santiago do Chile. Foi Membro do Conselho Nacional de Telecomunicações, Secretário Executivo da AESP e membro do comitê jurídico permanente da Associação Interamericana de Radiodifusão.
Dr. Enéas Machado de Assis, representou o Brasil em congressos, assinava em nome da Presidência da República. Era ele quem chefiava sempre as delegações brasileiras.

Isso fez com que viajasse muito, nascendo dessa época também vários livros. Dentre eles: "Universo das Comunicações Humanas", que destacou 500 nomes de personalidades que lutaram pelas comunicações. Foi autor ainda do livro, "Nuvens”, sempre escrito dentro de aviões, no qual coloca todo o seu espírito sensível, humano, cheio de emoção e arte.

Autor de músicas carnavalescas na juventude, responsável, entre outros, por um momento especial, quando na cidade de São Paulo, foi jogada uma imensa "chuva de prata", para comemorar o 4º Centenário de sua fundação, festa até hoje lembrada por todos os presentes.

Nos últimos anos Dr. Enéas foi diretor da Rádio Capital quando no início deste ano aos 91 anos aposentou-se.

Nossa mais sincera homenagem ao Grande Homem do Rádio e Televisão Brasileira, Dr. Enéas Machado de Assis. (notícia do site da AESP)



Escrito por Magaly Prado às 18h18
[ ] [ envie esta mensagem ]


Hélio Costa apóia o padrão de rádio digital dos EUA

HUMBERTO MEDINA
DA SUCURSAL DE BRASÍLIA, da Folha de São Paulo 

Um dia depois de receber, em seu gabinete, um manifesto dos donos de emissoras de rádio, o ministro das Comunicações, Hélio Costa (PMDB-MG), declarou-se favorável à escolha do padrão americano (Iboc) para a implantação do rádio digital no país, assim como as emissoras. Leia reportagem na íntegra.



Escrito por Magaly Prado às 18h16
[ ] [ envie esta mensagem ]


DPZ transporta personagens do radio para o comercial da Sadia



Bom dia. O balconista Juvenal e a freguesa Dona Elvira,
personagens do spot de rádio do presunto Sadia, estão agora estrelando o comercial para a TV. A estréia estava prevista para esta noite. A velhinha abusa do bordao 'Nem a pau Juvenal' quando o balconista tenta lhe passar produto de outra marca. A direçao de criaçao é de Carlos Silvério e Francesc Petit. Criaçao é de Fernando Rodrigues e Marc Schwarzberg. (Notícia do Blue Bus).



Escrito por Magaly Prado às 18h15
[ ] [ envie esta mensagem ]


LOCUTOR DA SUA PROGRAMAÇÃO

'Seja você o seu locutor, já que ele não existe mais' | Michel Lent. "Uma das coisas que pode fazer falta pra muita gente que agora só ouve música online é um comentário ou outro do locutor da rádio entre as músicas" - observa hoje o Michel Lent no seu 'Viu Isso?'. Informa sobre um novo serviço Web 2.0 chamado SPOTDJ que permite comentários de voz gerados pelos próprios usuários - "É um software que funciona junto com o iTunes e vai inserindo, vez ou outra, comentários associados às faixas que escutamos" - explica Lent, notícia aqui. (Do Blue Bus).

Se considerarmos que todo o ouvinte do planeta vai migrar para ouvir música em seus aparelhinhos de mp3, tem lógica opções nesse sentido. Enquanto houver quem se interessa por se surpreender por músicas escolhidas a dedo pelos programadores e opiniões pertinentes, o rádio continuará funcionando seja no dial tradicional, em webradio, ou mesmo em formatos como o audiocast (mais conhecido por podcast). Por outro lado, quem sabe com a possibilidade de qualquer mortal virar um locutor em potencial, não melhora o nível geral daqueles que trabalham à frente dos microfones, afinal pode balançar a cômoda posição de muitos deles. E a concorrência é sempre sadia.



Escrito por Magaly Prado às 20h15
[ ] [ envie esta mensagem ]


MÚSICA ELETRÔNICA BRASILEIRA NA RÁDIO APARECIDA

O programa "BRASIL ELETRÔNICO", da Rádio Aparecida, 90,9 FM, tem por ojetivo divulgar a produção da música eletrônica brasileira. Entenda como música eletrônica nacional todas as vertentes existentes que os cantores, produtores e djs brazucas tocam: Drum'n Bass - House - Tribal - Electro - Psychedelic - Lounge - Nova Bossa (Old School). Todo sábado, das 21h às 22h. Apresentação e produção: Dj Alexandre Rocha. Direção: Giane Carvalho

Se você é produtor musical, dj, ou simplesmente fã da música eletrônica e quer saber mais sobre a cena brasileira, faça parte da comunidade do programa no Orkut, mande ou indique músicas, de sua opinão e sugestões, PARTICIPE!



Escrito por Magaly Prado às 19h59
[ ] [ envie esta mensagem ]


Justiça proíbe promoção da Mix FM

Emissoras jovens de São Paulo estão perdendo as estribeiras na corrida louca pela conquista da audiência. A 89 FM está com uma campanha no ar, no mínimo de gosto duvidoso. Leia mais aqui. Agora, a justiça proíbe uma promoção da Mix FM, de São Paulo. Também pudera, a mecânica da promoção pressupõe que ouvintes tirem fotos de gente com bunda grande. Vale tudo: alunos, professores, bedéis. Obviamente, uma falta de criatividade sem tamanho, já que a exposição dessas pessoas ao ridículo não tem graça nenhuma. Sinto saudades dos tempos das boas promoções no rádio!  Quem lembra de alguma criativa? Mande-me, que eu coloco aqui para estimular os promotores.

Com informações do Meio & Mensagem: Tutela atencipada pela Vara da Infância e Juventude acatou pedido do Ministério Púlbico estadual e ordenou retirada do ar da campanha

Legenda

O Poder Judiciário paulista ordenou a suspensão da promoção 'Bundão da Escola' da Mix FM. Nela, o eleito como "Maior Bundão" e quem tirou a foto ganhariam computadores de útlima geração. Mas o Ministério Público do Estado de São Paulo conseguiu suspender a ação por meio de uma tutela antecipada. A promoção estimula violação ao direito de imagem de um indeterminado número de pessoas e sua divulgação tem conotação "notoriamente ofensiva, jocosa, desrespeitadora da dignidade humana de cada criança ou jovem" envolvido na ação.

O juiz Adalberto de Camargo Aranha Filho decidiu pela suspensão da campanha, por, possivelmente, "acarretar dano irreparável ou de dificílima reparação a número indeterminável de crianças e adolescentes", ainda exigindo uma multa de R$ 25 mil por dia de atraso na retirada da propaganda no site da Mix. Leia reportagem na íntegra aqui.



Escrito por Magaly Prado às 18h38
[ ] [ envie esta mensagem ]


CONHEÇA OS PADRÕES DE RÁDIO DIGITAL

Do site Caros Amigos - Conheça os padrões internacionais de tecnologia digital disponíveis
Por Ivan Dorneles Rodrigues - PY3IDR

Digital Radio Mondiale - DRM
Na formação do consórcio DRM participaram alguns dos maiores radiodifusores e fabricantes de equipamentos internacionais, dentre eles: Radio France Internationale, TéléDiffusion de France, Deutsche Welle, Voice of America e a Thomcast. O consórcio DRM objetiva desenvolver um sistema de transmissão digital com adoção mundial em padrão não-proprietário para substituir os sistemas AM até 30 MHz, admitindo evolução tecnológica e orientado ao mercado.

In Band On Channel - Iboc (HD Radio)
Padrão desenvolvido pela iBiquity Digital Corporation é totalmente elaborado em tecnologia proprietária. Faz transmissão simultânea dos sinais analógicos e digitais no mesmo canal, mas ainda não tem resultados conclusivos quanto à interferência em canais vizinhos. Os investimentos no Iboc têm suporte em bancos de investimento, indústria de componentes, equipamentos e fábricas de automóveis. O sistema está protegido por cerca de 40 patentes internacionais.

DAB Eureka 147 - Digital Audio Broadcasting
O padrão permite que diversos provedores de conteúdo possam gerar suas programações e encaminhá-las para um operador de rede que providencia o empacotamento dos diversos programas em um único trem de bits e os transmite aos usuários. Embora a transmissão deva ser feita via satélite, o sistema admite uma retransmissão terrestre do sinal, na mesma freqüência, para melhorar a cobertura em áreas deficientes.

ISDB-Tsb - Integrated Services Digital Broadcasting - Terrestrial Segmented Band
Padrão desenvolvido no Japão pode operar em conjunto com a televisão digital, se a modulação for o ISDB japonês. Foi concedido para ser robusto e flexível, inclusive para a recepção móvel. Tal como no DAB Eureka 147, o ISDB-Tsb sugere a transmissão de diversos programas por um único operador de rede, neste caso, vinculado ao transmissor que atende também o sistema de televisão.

TV DIGITAL
O início das transmissões no país está marcado para o dia 3 de dezembro de 2007 em São Paulo. Para as demais capitais, a data é 31 de dezembro de 2009.

   


Escrito por Magaly Prado às 15h10
[ ] [ envie esta mensagem ]


700 RÁDIOS LIGADOS

A metáfora prossegue pertinente e mais próxima de nós: o artista plástico   CILDO MEIRELES      monta em São Paulo sua instalação BABEL : mais de 700 rádios ligados cada um numa estação e devidamente empilhados como uma torre que quer alcançar a escuta deste diálogo (ou não diálogo) das comunicações. Para quem puder presenciar mais uma obra do pensamento original e preciso do artista, visite a  ESTAÇÃO PINACOTECA, Largo General Osorio 66, São Paulo.  (por Lilian Zaremba)



Escrito por Magaly Prado às 23h55
[ ] [ envie esta mensagem ]


ARTIGO SOBRE O PIONEIRO DA TRANSMISSÃO DE VOZ, LANDELL DE MOURA, NA REVISTA NOSSA HISTÓRIA



Luiz da Silva Netto escreveu artigo bastante interessante sobre o cientista Roberto Landell de Moura (1861-1928), precursor das fibras óticas, patrono dos radioamadores brasileiros. 
Existe controvérsias sobre a paternidade do rádio, com uns atribuindo a invenção a Guglielmo Marconi e outros a Landell. O fato é que o padre gaúcho Landell patenteou sob o número 3.279 um aparelho destinado à transmissão phonética à distância, com fio ou sem fio, através do espaço, da terra e do elemento aquoso, em 1901. Um ano antes de Marconi mostrar suas experiências com o telégrafo sem fio.
 
REVISTA NOSSA HISTÓRIA - N.35 do mês de Setembro de 2006, publica uma matéria que Luiz da Silva Netto escreveu a respeito do padre-cientista ROBERTO LANDELL DE MOURA, (páginas 76,77,78 e 79) com o título GÊNIO DE BATINA.
 

Transmissor de onda de Landell

Se você se interessa pelo assunto, clique aqui para ler outro texto que fala sobre A FANTÁSTICA EXPERIÊNCIA DE LANDELL DE MOURA - O3 DE JUNHO DE 1900-TRANSMISSÃO DA VOZ HUMANA. Lá você encontra um mapa que mostra o local onde as ondas hertzianas de Landell fizeram a propagação do alto da avenida Paulista ao alto de Santana, cerca de 8 quilômetros em linha reta.


Escrito por Magaly Prado às 13h44
[ ] [ envie esta mensagem ]


DIA 22 ACONTECE O SÃO PAULO MIX FESTIVAL


Integrantes do Hateen

OUVINTES DA MIX FM CONHECEM BANDAS DO SÃO PAULO MIX FESTIVAL

 

Dia 22 de outubro, Fall Out Boy, Yellowcard, Charlie Brown Jr., CPM22 e Hateen participam do São Paulo Mix Festival no Parque Antártica.

A Mix vai sortear um ouvinte, com direito a acompanhante, para conhecer de perto os integrantes das bandas do festival.  



Escrito por Magaly Prado às 12h37
[ ] [ envie esta mensagem ]

© 2004. Todos os direitos reservados. Expressamente proibido a publicação e/ou utilização deste conteúdo sem autorização.
Meu humor:

  Escutando todas!

Magaly Prado é jornalista, radiomaker, professora universitária e escritora. Doutoranda em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP e bolsista da CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior. É Mestre em Tecnologias da Inteligência e Design Digital pela PUC-SP, pós-graduada em Comunicação Jornalística pela Faculdade Cásper Líbero, onde cursou Jornalismo e na qual ministra aulas de Produção de Rádio e Radiojornalismo II e pesquisa Publicidade no Rádio, no CIP –Centro Interdisciplinar de Pesquisa. Ministra também aulas de Linguagem Aplicada ao Audiovisual, Jornalismo On-line e Livro-Reportagem na FMU –Faculdades Metropolitanas Unidas– e Introdução ao Jornalismo na ESPM –Escola Superior de Propaganda e Marketing. É professora convidada do MBA de Rádio e TV da Universidade de Tuiuti do Paraná (UTP), no qual ministra Roteiro Avançado de Rádio. Publicou os livros "Produção de Rádio - Um Manual Prático" pela editora Campus/Elsevier, em 2006, e “Webjornalismo” pela LTC/ GEN, em 2010, quando criou uma página com informações aumentadas em .
 Leia mais
 Cursos de Rádio
 Palestras sobre Rádio

 Fale Conosco
 Responda quatro perguntas sobre rádio na web, por favor

 Eventos do mês

  Ouça entrevista com a Magaly

Histórico:
Ver mensagens anteriores

 Sugestão de leitura

LINKS
 Radio Uol
 Site da minha filhota
 Ondas Curtas
 Helio Ribeiro
 Uolk


Pesquisas interessantes:
  O que a classe "A" ouve?

Matérias polêmicas:
  89FM vira 89 Pop
  Vem aí a rádio MTV FM
  Record compra Guaíba AM/FM

  SulAmérica Trânsito FM

Entrevistas especiais:
  Paulo Bonfá
  João Gordo detona 89

  Paulo Lopes
  Fiori Giglioti





Por problemas técnicos, este contador zerou e recomeçou a contar a partir de novembro


powered by ODEO