Magaly Prado - Notícias sobre Rádio z

Coloque o selo da Magaly no seu site!

O blog da Magaly vira sua página principal

Adicione ao seu Del.icio.us

Lançamento do meu livro foi dia 7/6 na Fnac Paulista. Saiba mais Veja as fotos

Add to Technorati Favorites

Quem é cadastrado ganha brindes. Cadastre-se agora

  Top ten do leitor-ouvinte

Dial FM de SP:
   Gazeta
   89
   Nova Brasil

 Dial completo
 Dials de outras cidades

 Curiosidades

Computando seu voto...
Carregando resultado

Total de votos:

RSS: Clique com o botão direito do mouse sobre a pílula laranja e copie o endereço RSS deste blog para seu leitor preferido

XML/RSS Feed

www.flickr.com
This is a Flickr badge showing photos in a set called Radiofotos. Make your own badge here.


RECADINHO

Queridos radioamantes, em breve voltarei a escrever com regularidade neste blog. Ando sem tempo por conta de uma pesquisa que estou desenvolvendo sobre radio na web (quem encontrar artigos a respeito pode me mandar, hehehe) e paralelamente escrevendo um livro. Por enquanto, estou apenas replicando informações que me mandam, ok?

Por outro lado, aproveito para desabafar e contar que fiquei meio cansada de ouvir rádios populares muito ruins, com comunicadores-picaretas que enganam os ouvintes, entendem? Estou esperando passar o bode. Mas, já começo a escutar novamente emissoras que realmente dão gosto de ouvir. Mandem-me sugestões do que querem que eu apure. Mas aviso logo de cara, não tenho obrigação de ficar fazendo denuncismo. Acho um porree, porque ninguém fala a verdade e não adianta nada! Prefiro perder tempo com quem merece, ok?



Escrito por Magaly Prado às 12h58
[ ] [ envie esta mensagem ]


A ALESSANDRA INFORMA

A RÁDIO JOVEM PAN LARGA NA FRENTE NA COPA DO MUNDO 2006
 
Além de fechar os direitos de transmissão, a emissora dá dicas sobre o país da Copa, direntamente de lá
 
 
Há nove meses da Copa do Mundo 2006, a Rádio Jovem Pan sai na frente como a primeira emissora de rádio a fechar todos os direitos de transmissão do evento esportivo.

Com a estrutura pronta para cobertura do evento, a Pan envia, a partir da próxima semana, o repórter esportivo Felipe Motta para a Alemanha, para informar ao ouvinte tudo sobre o país da Copa. Passando pelas cidades de  Bonn, Colonia, Dotmund, Leverkusen, Gelsenkirchen. Frankfurt, Berlin Leipzig, Munich, Stuttgart, Hannover, Nuremberg e Hamburg, Felipe vai informar aos ouvintes da emissora tudo sobre o evento: dicas de turismo, hotéis, compras, restaurantes, lanchonetes, bares, vida noturna. Os estádios e as melhores dicas de transporte para os jogos também serão abordados. Outro aspecto importante a ser pesquisado por Felipe Motta, será a expectativa do povo alemão para o evento, como estão se preparando para receber os turistas de todo o mundo, etc.
 
Durante toda a programação esportiva da Pan, o repórter entrará com boletins de cerca de um minuto.
 
Felipe Motta é o repórter ofical da Jovem Pan para a Fómula 1, que apresenta os programas : Jogo Rápido (sábados, das 5h 30 às 6h), Fómula JP (sábados, das 13h às 14h), e Plantão Internacional (domingos, das 12h 20 às 13h), ao lado do veterano Cláudio Carsughi.


Escrito por Magaly Prado às 18h36
[ ] [ envie esta mensagem ]


DO SITE DA CÁSPER

Desde o dia 1 de outubro, os programas de rádio dos alunos do 3º ano de Jornalismo serão transmitidos na Rádio Gazeta Universitária (AM 890 Mhz). A cada sábado, durante os meses de outubro e novembro, irá ao ar uma reportagem diferente nos três horários disponíveis para os programas universitários: das 7h às 8h, das 13h às 14h e das 23h à meia-noite.  As matérias foram produzidas em aula e orientadas pelas professoras Vera Lúcia Fiordoliva e Filomena Salemme. Todas têm como tema projetos sociais.

Confira a programação completa
:

01/10 – Lalec (Lar Amor, Luz e Esperança da Criança com HIV): matéria sobre o trabalho desta casa de apoio com crianças portadoras do vírus HIV.

08/10 – Paradigma: instituição que atende e integra deficientes ao mercado de trabalho – inclusão e orientação de empresas que desejam receber esses portadores.

15/10 – Biblioteca de Paraisópolis: matéria sobre a única biblioteca deste bairro da zona sul de São Paulo

22/10 – Florescer: projeto que procura reduzir
o índice de violência doméstica praticada contra crianças e adolescentes entre 7 a 14 anos

29/10 - Fundação Gol de Letra: entidade que capacita jovens e adultos para trabalharem como agentes sociais comunitários

05/11 - Fundação Cafu: organização que pretende e
xecutar e manter programas de incentivo a inclusão social da comunidade do Jardim Irene, localizada na zona sul de São Paulo, e bairros vizinhos

12/11 - Casa do Zezinho: matéria sobre os projetos de criação, por meio da educação, de condições para que crianças e jovens de baixa renda possam ter autonomia de pensamento e de ação

19/11 - Associação N.S. Bom Parto: órgão que atua na zona leste da cidade de São Paulo visando a defesa dos direitos das crianças e dos adolescentes e seus familiares, que vivem nas ruas


Escrito por Magaly Prado às 11h56
[ ] [ envie esta mensagem ]


Enquanto estive viajando, Emilinha Borba morreu. Pedi para meu amigo Antunes Severo o texto que publicaram no "Caros Ouvintes" (www.carosouvintes.com.br)

Emilinha Borba   Versão para Impressão  Enviar por e-mail 
As pessoas só morrem quando a gente esquece delas. O ditado popular, na sua infinita sabedoria, é o primeiro pensamento que me ocorre quando os jornais noticiam, as tevês mostram, o rádio emudece e nós choramos quando o corpo da cantora está sendo sepultado.
Por Antunes Severo

No caso de Emilinha, com tanto carinho acumulado por tantos anos, vai ser difícil alguém admitir que a Rainha do Rádio morreu. Ela deixou o corpo porque ele é deste mundo, mas a sua grandeza de ser está além disso: essa grandeza é eterna, como o seu espírito que neste momento se prepara, quem sabe para outra aventura, iluminando um novo ser que daqui há pouco poderá estar entre nós.

O corpo de Emília Savana de Souza Costa, a eterna Rainha do Rádio, depois de velado na sede da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, foi coberto com as bandeiras da Marinha e do Brasil e assim sepultado no cemitério do Caju, zona portuária do Rio de Janeiro. O prefeito César Maia decretou luto de três dias.


Emilinha é recebida com flores por Acy Cabral Teive na Rádio Guarujá de Florianópolis, no início da década de 1950.

Emilinha é tão especial que a sua gloriosa carreira de artista e de inspiradora de nossa felicidade, começou incógnita, suave e mansa como a sua grandeza. Como descreve José Maria Campos Manzo* nas páginas da Collector’s ao relacionar os dados de sua discografia: “Ela começou em janeiro de 1939 com uma participação incógnita no maior sucesso do carnaval daquele ano: Pirolito. No disco só aparece o nome do cantor Nilton Paz, mas todo mundo sabe que a voz feminina que está no disco é de Emilinha Borba”.

Campos Manzo lembra que a carreira fonográfica de Emilinha seguiu a seguinte ordem: Em 3 de janeiro de 1939 ela grava Pirolito. No dia 2 de março do mesmo ano grava Faça o mesmo e Ninguém escapa, na Columbia, onde fica até maio de 1940 quando gravou O cachorro da Lourinha e Meu mulato vai ao morro.

Em 7 de maio de 1941 ela grava na Odeon seu primeiro disco: Quem parte leva saudades e Levanta José. Em 26 de novembro de 1941 grava Eu tenho um cachorrinho e em 9 de dezembro daquele ano grava O fim da festa sendo que estes dois últimos são editados no disco no. 12.113 da Odeon.

Seu próximo disco sai 4 anos depois (1945) na Continental e mesmo assim, só um lado do disco no. 15.224, com a música Infância de J. Cravo Júnior e Carlito Moreno. A partir de então firma-se na Continental onde passa 14 anos. Seu último disco, naquela gravadora foi o de no. 17.596 lançado entre setembro/ outubro de 1958.

Em 22 de julho de 1954 grava um disco com César de Alencar na Victor (80.1350) com as músicas Noite nupcial e Os quindins de laiá.

Em 1952 (25.9.52) grava na Todamérica um disco com Albertinho Fortuna com as músicas Felipeta e Olha a corda. Volta a gravar na Todamérica em 1957 (28.8.57) uma face de disco no. 5.723 com Corre corre lambretinha (sucesso de carnaval de 58). Do outro lado deste mesmo disco está o famoso Os rouxinóis de Lamartine Babo cantado pelos Rouxinóis de Paquetá.

No final de 1958 mudou-se para a CBS (Nova Columbia) onde grava seu primeiro disco com as músicas Outra prece de amor e Cachito. Na Columbia grava seus primeiros LP's. O último 78 rpm gravado naquela etiqueta foi com as músicas A menina da areia e Quando você me apareceu, em fins de 1963 ou inicio de 1964.

A passagem de Emilinha Borba pelo rádio foi talvez o maior acontecimento musical de todos os tempos, pois não há quem não se recorde do sucesso que ela fazia no Programa César de Alencar e nas famosas "Polêmicas" com Marlene de quem se diz amiga pessoal. Só os fás são inimigos. Emilinha foi campeã de quase todos os carnavais de que participou.

Seus sucessos são lembrados com carinho até hoje pelos foliões brasileiros. Não há quem não se recorde de Pirolito (1939), Chiquita bacana (1949), Tomara que chova (1951), A água lava tudo (1955), Pescador granfino (1956), Vai com jeito (1957), Corre, corre lambretinha (1958), Mamãe eu vou às compras (1959), Marcha do pintinho (1961), Pó de mico (1963), Marcha do remador (1964), Mulata iê, iê, iê (1965), Can can no carnaval (1966), A patroa me contou (1967), Israel (1973), Cordão da Bahia (1975), etc. Ficaremos devendo aos fás de Emilinha a continuação de sua Coleção de Ouro com as gravações da Continental. Faltam poucas para fechar a Coleção.

*José Maria Campos Manzo  
Collector's Notícias Março/Abril 1991   



Escrito por Magaly Prado às 12h00
[ ] [ envie esta mensagem ]


O CASSIANO RELATA

Eu [o Cassiano]e o Moura, estivemos segunda-feira passada ,dia 26
na ECA/USP ( Escola de Comunicações e Artes da
Universidade de São Paulo) em um evento sobre o dia do
rádio, graças a divulgação do colega da lista o Flávio
Archangelo.

Uma das pessoas presentes foi a jornalista Márcia
Detoni(ex- BBC), diretora do serviço de rádio da
Raiobrás , que de maneira muito educada e profissional
conversou conosco.

Entre as informações que ela nos passou, foi que a
Radiobrás não está mais transmitindo em ondas curtas
com destino ao continente africano , por problemas
técnicos e o mais triste é que provavelmente não
voltará a transmitir para nossos irmãos africanos.

Outra notícia é que a atual direção está procurando
colocar programação da Radiobrás em emissoras
africanas nos moldes do que a BBC vem fazendo aqui no
Brasil com a CBN e outras emissoras.

Entre outras informações temos a destacar o incentivo
e apoio por parte da emissora Radiobrás, da criação de
um grupo de 9 emissoras na região do Alto Solimões,
porque nesses locais a questão da comunicação é muito
precária e o rádio tem uma penetração mais fácil e
barata.
As emissoras terão uma espécie de conselhos que
dirigirão a emissora, no sentido de impedir seu uso
político.

Outro assunto debatido, foi a questão do programa
radiofônico obrigatório A Voz do Brasil, que segundo a
jornalista, não é uma responsabilidade do executivo,
mas do legislativo.
Ele informou ainda que as pesquisas apontam que o
Estado que mais repudia o programa A Voz do Brasil é
São Paulo, mas há Estados que não são tão contrários
ao programa.

Com relação as emissoras que pertencem a Radiobrás,
minha surpresa, foi saber que a emissora do grupo que
transmite de Brasília, a Rádio Nacional, é a segunda
colocada no "ranking" das mais ouvidas na capital
federal, perdendo apenas para uma emissora evangélica.

O José Moura perguntou a Márcia sobre os QSLs, que
muitos reclamam não receber e a Márcia disse que essa
reclamação existe e que espera poder conversar com os
responsáveis sobre isso, mas tudo depende de verba.

Por último a notícia mais importante é que o atual
governo pretende transformar a Radiobrás em uma
emissora pública nos moldes da Rádio Canadá
Internacional, deixando de ser uma emissora do
governo, ou seja uma estatal.

Dessa maneira, nós que ouvimos emissoras
internacionais, sabemos que emissoras assim, não
estão a serviço de nenhum governo que esteja no poder,
mas a serviço do país.

Ela citou a RCI, porque no Canadá, como acontece no
Brasil, não se paga para ter um aparelho em casa, como
acontece na Inglaterra, que tem a BBC.

Cassiano Macedo


Programa Encontro DX
Rádio Aparecida
sábados ás 22:00 horas UTC
5.035 , 6.135, 9.630 e 11.855 kHz
18 anos no ar


Escrito por Magaly Prado às 22h49
[ ] [ envie esta mensagem ]


O ALEXANDRE ENVIOU

CATEGORIA RADIO DO LONDON INTERNATIONAL FESTIVAL

TEM NOVE TRABALHOS FINALISTAS

 A Stock Photos – representante oficial do London International Festival no Brasil – divulga o novo número de trabalhos finalistas na premiação. O resultado foi modificado em razão de um erro de contagem em “Radio”. A alteração foi na campanha “Version”, inscrita pela JWT, que passa a ser considerada finalista em seis sub categorias de Radio, além de “Campaign”. Com isso, a categoria fechou com nove trabalhos brasileiros, sendo sete que integram a campanha da JWT e dois da Ogilvy. 

Com a alteração, o Brasil cresce e contabiliza 83 trabalhos finalistas no London International Festival, até o momento. Com a nova contagem, a JWT assume a vice-liderança no ranking das agências brasileiras, com 18 peças, seguida pela Ogilvy com 12. A AlmapBBDO permanece na liderança, totalizando 19.

Escrito por Magaly Prado às 22h38
[ ] [ envie esta mensagem ]


CIMEY ENVIOU

89 FM comemora 20 anos com show em São Paulo

Dia 19 de outubro, a 89FM comemora 20 anos de história com evento especial no Credicard Hall, às 21h. Para celebrar o aniversário, a rádio preparou encontros de grandes nomes do rock nacional.

No palco, a banda Capital Inicial se apresenta ao lado de Leela. Os músicos do Charlie Brown Jr, junto com Marcelo D2, Dead Fish e Supla, fazem um tributo especial aos Ramones, ícone do punk rock.

Para a noite de comemoração, a rádio rock reservou ainda surpresas ao público que acompanhou a trajetória dos 20 anos de estrada da 89FM.

Ingressos:

Pista: R$50, com meia-entrada: R$25

Platéia Superior: R$30, com meia-entrada: R$15

Credicard Hall - Av. Nações Unidas, 17.955 - Santo Amaro

Informações: 11 6846-6000

Censura: Não será permitida a entrada de menores de 14 anos

14 e 15 anos: permitida a entrada (acompanhados dos pais ou responsáveis legais) .

16 anos em diante: permitida a entrada (desacompanhados).

Capacidade da pista: 5600 lugares

Estacionamento: terceirizado: R$ 15

Acesso para deficiente



Escrito por Magaly Prado às 22h00
[ ] [ envie esta mensagem ]


A LANDA INFORMA

DOAÇÃO DE ALIMENTOS ARRECADADOS COM REALIZAÇÃO

DO SÃO PAULO MIX FESTIVAL 2005

 

A Rádio Mix FM informa que na terça-feira, 4 de outubro, 31 toneladas de alimentos não-perecíveis, arrecadadas durante a venda de ingressos para o São Paulo Mix Festival, foram entregues à Secretaria de Esportes da Prefeitura de São Paulo.

 

Os alimentos arrecadados foram retirados por uma equipe do Banco de Alimentos de São Paulo, com autorização da Secretaria de Esportes. O Banco de Alimentos de São Paulo tem hoje 840 entidades assistenciais cadastradas e boa parte deve ser beneficiada com a doação.

 

Os alimentos foram retirados das 13hs às 16hs, na Rua Rocha, 302, Bela Vista, onde fica um dos galpões do Grupo Objetivo, ao qual a Mix FM pertence.

 

São Paulo Mix Festival

 

Todos os anos a Rádio Mix FM realiza um grande evento na cidade de São Paulo que reúne as bandas nacionais de rock e pop de maior destaque. Neste ano, pela primeira vez, o festival contou também com a participação de uma banda internacional: Simple Plan.

 

Além de levar entretenimento aos ouvintes da rádio, o evento também tem uma característica social, de incentivo à solidariedade: ao comprar o ingresso para o show o público deve doar 1 kg de alimento não-perecível. Com a ajuda do público foi possível arrecadar 31 toneladas de alimentos nesta edição do São Paulo Mix Festival. Os ingressos foram vendidos a R$ 20, arquibancadas, e R$ 40, pista, mais 1kg de alimento não-perecível. Estudantes puderam comprar meia-entrada. 

 

O São Paulo Mix Festival, 6º Show da Mix, foi realizado no dia 18 de setembro, no Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu), localizado na Praça Charles Miller, no bairro do Pacaembu. Na ocasião 12 bandas apresentaram-se no local: Tihuana, Detonautas, CPM22, Pitty, O Rappa, Charlie Brown Jr., Simple Plan, Capital Inicial, Lulu Santos, Jota Quest, Skank, e Leo Jaime e convidados.



Escrito por Magaly Prado às 21h33
[ ] [ envie esta mensagem ]

© 2004. Todos os direitos reservados. Expressamente proibido a publicação e/ou utilização deste conteúdo sem autorização.
Meu humor:

  Escutando todas!

Magaly Prado é jornalista, radiomaker, professora universitária e escritora. Doutoranda em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP e bolsista da CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior. É Mestre em Tecnologias da Inteligência e Design Digital pela PUC-SP, pós-graduada em Comunicação Jornalística pela Faculdade Cásper Líbero, onde cursou Jornalismo e na qual ministra aulas de Produção de Rádio e Radiojornalismo II e pesquisa Publicidade no Rádio, no CIP –Centro Interdisciplinar de Pesquisa. Ministra também aulas de Linguagem Aplicada ao Audiovisual, Jornalismo On-line e Livro-Reportagem na FMU –Faculdades Metropolitanas Unidas– e Introdução ao Jornalismo na ESPM –Escola Superior de Propaganda e Marketing. É professora convidada do MBA de Rádio e TV da Universidade de Tuiuti do Paraná (UTP), no qual ministra Roteiro Avançado de Rádio. Publicou os livros "Produção de Rádio - Um Manual Prático" pela editora Campus/Elsevier, em 2006, e “Webjornalismo” pela LTC/ GEN, em 2010, quando criou uma página com informações aumentadas em .
 Leia mais
 Cursos de Rádio
 Palestras sobre Rádio

 Fale Conosco
 Responda quatro perguntas sobre rádio na web, por favor

 Eventos do mês

  Ouça entrevista com a Magaly

Histórico:
Ver mensagens anteriores

 Sugestão de leitura

LINKS
 Radio Uol
 Site da minha filhota
 Ondas Curtas
 Helio Ribeiro
 Uolk


Pesquisas interessantes:
  O que a classe "A" ouve?

Matérias polêmicas:
  89FM vira 89 Pop
  Vem aí a rádio MTV FM
  Record compra Guaíba AM/FM

  SulAmérica Trânsito FM

Entrevistas especiais:
  Paulo Bonfá
  João Gordo detona 89

  Paulo Lopes
  Fiori Giglioti





Por problemas técnicos, este contador zerou e recomeçou a contar a partir de novembro


powered by ODEO